terça-feira, 8 de março de 2016

Dicas de Cancun - Tudo o que você precisa para programar a sua viagem




Clique aqui para ver no mapa



                   No texto a seguir trazemos dicas de Cancun para facilitar a programação da sua viagem a esse paraíso caribenho. A badalada Cancun fica no estado de Quintana Roo, no México. Construída nos anos 80 para ser um importante reduto turístico, tem as principais acomodações distribuídas ao longo da zona hoteleira ou Isla Cancun, uma faixa em forma de 7 de 22 km de extensão entre o mar e lagoa Nichupté (que na verdade são 7 corpos d´água salgada e é lar de alguns crocodilos). O nome, segundo a cultura maia, significa "ninho de serpentes". 

                As praias estão tomadas por resorts de muitos andares de altura, das mais famosas redes do mundo, caracterizando um verdadeiro balneário vertical, como Punta Cana. Não vá esperando encontrar uma pousadinha de charme por lá, deixe isso para a Riviera Maya e, se desejar, vá de 80 a 8 no quesito tamanho do hotel em uma mesma viagem. O combo Cancun + Riviera Maya, oferece uma experiência completa pra todos os gostos e, se você já vai estar por lá, vá por mim e não deixe a charmosa Playa del Carmem de lado. 

A título de esclarecimento, a pronúncia em português é "Cancún ", mas deixamos escrito da forma mais comum e como se fala em inglês, Cancun.


 12 PRINCIPAIS DICAS DE CANCUN 


TÓPICOS

1. Quando não ir?
2. Quando fomos?
3. Como ir
4. A Zona Hoteleira
            5. Onde Ficar 
6. Onde ficamos 
7. Organização do Mergulho 
8. Vale a pena All Inclusive ?
9.Vale a pena alugar carro ?
10.Passeios a partir de Cancun
11. A invasão de Sargasso nas praias de Cancún e Riviera Maya
12. Sugestão de Roteiro para Cancun



Site Oficial de Cancún



hotéis em Cancun



Continua... 



1. Quando não ir?


Provavelmente você já sabe que Cancun é tomada por americanos e que disputa ferrenhamente a preferência deles com as Bahamas. Exatamente por isso, convém evitar o período do famoso "spring break", que consiste em uma semana de férias dos estudantes americanos, do jardim de infância às universidades, no início da primavera. A pegadinha é: quando acontece? As datas variam bastante no território americano: no Sul dos EUA vai do final de fevereiro até início de março e, no Norte do país, o Spring Break vai de meados de março até o final de abril. 

            Por garantia, considere que do final de fevereiro até o final de abril, pode haver uma quantidade maior de estudantes embriagados nas boates de Cancun e região. Mas e se eu só tenho esse período e quiser evitar o mesmo hotel que eles? Nesse caso, aqui vai o link de um site usado por estudantes para pesquisa de hotéis para esse período. Hotéis a evitar durante o Spring Break e Datas Spring Break 2016.

Além disso, Cancun e região estão oficialmente localizadas na faixa atingida por furacões.A temporada vai de 1° de junho a 30 de novembro. Os meses de Agosto a Outubro são os mais críticos e também os mais chuvosos, sendo a primeira quinzena do mês de setembro o período de maior incidência histórica de furacões. De acordo com o site Melhores Destinos, "Nesses três meses, há a concentração média de 78% das tempestades tropicais, 87% dos furacões de categorias 1 e 2 (mais fracas) e 96% de categorias 3, 4 e 5 (mais fortes) de todo o ano". 


A última ocorrência em Cancun foi a tempestade tropical Rina, em 28 de Outubro de 2011. É claro que, ao escolher cuidadosamente as datas de sua viagem, é melhor evitar esse período crítico, mas não é possível afirmar que essas datas são proibitivas para uma viagem a Cancun. Para mais informações sobre o histórico de furacões em Cancun, acesse a base de dados do site Hurricane City.

Quando não ir a Cancun
DISTRIBUIÇÃO ANUAL DE PRECIPITAÇÃO EM CANCUN/MÉXICO.



Clima de Cancun ao longo do ano

Meses de Chuva em Cancun
DICAS DE CANCUN - Gráfico de temperatura e chuvas ao longo do ano


2. Quando fomos?


Nós fomos na primeira quinzena de Maio de 2013 e não poderia ter sido melhor. O clima estava ótimo, não choveu, nada estava lotado.

3. Como ir


Companhias Aéreas que voam para Cancun

4. A Zona Hoteleira


As praias da extensão de 22 km não são iguais, obviamente, mas é importante perceber que existem diferenças significativas no mar em toda essa área e, se não escolhida adequadamente, a localização onde você vai ficar pode causar uma grande frustração. Eu explico: 

Se você tem a imagem das praias de Cancun como sendo de águas calmas, praticamente uma piscina, onde você pode ficar boiando em uma mar de cor exuberante turquesa, e se hospeda em um hotel onde o mar é agitado e com ondas, uma parte de você morrerá de desgosto no primeiro dia de praia, concorda? Para evitar isso, deixe-me contar uma parte da história da ocupação da orla da zona hoteleira.

Os primeiros hotéis surgiram justamente nas localidades onde o mar está mais pra turista do que pra peixe, e isso aconteceu na metade da década de 70, nas praias voltadas para o norte, na "barra de cima do 7". Segundo o site escrito por Ricardo Freire, dentre os hotéis erguidos nesta época, está o ex Hyatt Regency, hoje Krystal Grand. 

A outra parte inicialmente ocupada se chama Ponta Nizuc, no sul da ilha ou na base do 7. Em 1976 foi inaugurado o Club Med, que posteriormente foi totalmente renovado. Essa ponta fica próxima ao aeroporto e mais distante do centro de Cancun. Na faixa da "haste" do 7, especialmente do meio para baixo, o mar é mais agitado e com ondas. 

 A parte ao sul do shopping Kukulcan Plaza foi a última a ser ocupada pela hotelaria, justamente por essa característica do mar. Estão nessa localidade hotéis como JW Marriott (km 14,5) ,Secrets The Vine (km 14,5), Hard Rock Hotel (km 14,5), Paradisus Cancún (km 16,5) e o Iberostar Cancún (km 17).

Qual é o hotel mais bem localizado em Cancun
Praia em Frente ao Hotel Grand Fiesta Americana Coral, no Km 9.5 - Mar sem ondas
Praia Caracol
Playa Caracol

Playa Caracol

5. Onde Ficar em Cancun


Pelo mapa abaixo, é fácil perceber que não faltam opções de hospedagem, para todos os gostos e bolsos. Os preços estão em dólares. Vale lembrar que um hotel all inclusive que custa menos ou o mesmo de um hotel sem esse serviço, provavelmente não oferecerá refeições de tanta qualidade assim. Conforme a explicação sobre a Zona Hoteleira no tópico acima, se você pretende ficar em um local com mar paradinho, dê preferência aos hotéis do terço superior do "7". Nesse caso, você também estará mais próximo às boates. 

Alguns resorts de Cancun estão dentre os selecionados pelo TripAdvisor no Traveller´s Choice Award 2015 ou 2016. São eles: 

Live Aqua Cancun All Inclusive Diárias em torno de 400 dólares - mar geralmente com ondas

Le Blanc Spa Resort  - É o hotel número 1° de Cancun, de acordo com o Tripadvisor. Diárias giram em torno de 750 dólares. Bem localizado pelo critério praia, mar pode estar parado ou com algumas ondas

Hyatt Zilara Cancun - Diárias em torno de 400 dólares. Bem localizado pelo critério praia, mar pode estar parado ou com algumas ondas.

Secrets The Vine Cancun Resort e SPA - Diárias em torno de 440 dólares - Fica em uma área de mar mais agitado, geralmente com ondas.

Nizuc Resort and Spa - Diárias em torno de 650 dólares - Fica na Ponta Nizuc, é o hotel mais bem localizado desta lista (critério praia)

Sun Palace - Diárias em torno de 300 dólares - mar geralmente com ondas

Apenas a título de comparação, existem resorts, como o The Westin , cuja diária fica em torno de 150 dólares.Como este hotel já está bem próximo da Ponta Nizuc, no terço final do "7", a praia tem o mar menos agitado que em hotéis desta lista do Tripadvisor.

* Valores de Diária para pesquisa em 1° de maio/2016.

Onde ficar em Cancun

6. Onde ficamos em Cancun


Nós nos hospedamos no Grand Fiesta Americana Coral Beach (Avaliação TripAdvisor) e achamos a experiência excelente, pois ele é todo renovado e em uma excelente localização. Fica bem na "Ponta" do 7, entre as praias do norte e as da "haste". O custo benefício deste hotel é bom, já que as diárias custam entre 250 e 300 dólares.


 Hotel Fiesta Americana Grand em Cancun
Vista do nosso quarto do hotel
Hotel com bom custo-benefício em Cancun


Do outro lado da rua, existe um pequeno shopping chamado Plaza Caracol, que conta com algumas lojas, mas, principalmente, com um Starbucks. Como o hotel não era All Inclusive e nossa reserva não contava com café da manhã e nem WI-FI, era como matar dois coelhos com uma cajadada só todas as manhãs. Além disso, em uma rua próxima, ficava a operadora de mergulho que contratamos para mergulhar no museu subaquático e em Isla Mujeres, chamada Nautilus Diving.



Melhor localização estratégica para se hospedar em Cancun

Onde se hospedar em Cancun: melhor localização


Adicionalmente, o hotel ficava pertinho das Boates e restaurantes mais badalados, como o Coco Bongo e Hooters. Pra fechar o pacote de boa localização, a praia do hotel, chamada Praia Caracol, é perfeita, com águas paradas e maravilhosamente azuis e fica ao lado do Píer de onde sai o ferry para Isla Mujeres. Sinceramente, aproveitamos muito pouco a piscina do hotel; com um mar daqueles ali na frente, não tinha nenhum sentido ficar na piscina, mas posso dizer que o resort tem um espaço de piscinas bem agradável.

1

7. Organização do Mergulho em Cancun


Acho importante comentar que, se você tem planos de mergulhar em algum destino de férias, é fundamental fazer um certo planejamento. Mergulho é um esporte seguro, mas que envolve uma série de riscos se algumas rotinas de segurança não forem cumpridas. 

Para tanto, faça um curso de mergulho, seja antes da viagem ou no próprio local. As operadoras de mergulho credenciadas e de respeito costumam ter pacotes especiais em que o cliente se capacita primeiro e depois faz os mergulhos recreativos que deseja, mas, obviamente, isso consumirá algum tempo a mais, o que nem sempre é desejado. 

Nós optamos por fazer o curso de mergulho em Brasília. Chegamos a Cancun já credenciados como mergulhadores NAUI e com os CHECK OUTS feitos. Como assim? Bom, um curso de mergulho é composto por aulas teóricas, prova, aulas práticas e os tais CHECK OUTS. (que seriam, grosseiramente, provas práticas em águas abertas).

 As aulas práticas acontecem em piscinas, geralmente em dois dias. No primeiro dia, o treinamento é em uma piscina rasa, quando você se familiariza com a roupa de mergulho, com as nadadeiras, com o tanque de ar comprimido, com respiradores, etc. Aprende a entrar na água corretamente (o famoso "passo de gigante"), a controlar a flutuação com o colete, a usar o respirador, desafogar a máscara, recuperar o respirador em caso de perda. São vários exercícios fundamentais para um mergulho em segurança.

No segundo dia, a aula é em uma piscina funda, geralmente naquelas usadas para salto em trampolim. No nosso caso, a profundidade era de 10 metros. Nesse dia os exercícios são feitos no fundo da piscina, simulando um mergulho em mar aberto. Você deverá desalagar a máscara, recuperar o respirador, controlar a profundidade pela quantidade de ar no colete e no pulmão, além de treinar exercícios de navegação e proteção em caso de desespero de algum mergulhador. Aqui chegamos na parte mais importante do que eu queria dizer.

Não faça esses mergulhos em que o operador te ensina rapidinho o funcionamento dos equipamentos antes de entrar na água, porque é exatamente essa parte final do treinamento em piscina que vai lhe faltar. Como dito, durante o curso, você treina o que fazer em caso de desespero de outro mergulhador. Vou explicar: Imagine que você está mergulhando, em dupla, como obrigatoriamente deve ser, e a sua dupla ou um terceiro enfrenta algum problema com o cilindro de ar comprimido. Por qualquer razão que seja, a pessoa ficou sem ar debaixo d´água. Consequência? Desespero. E em desespero, ela irá partir pra cima do seu regulador, querendo arrancá-lo para respirar. Um mergulhador treinado, portanto, saberá como salvar a ambos nessa situação e só terá recebido a carteirinha de habilitação se houver passado nesse teste, inclusive, em águas abertas, no tal Check Out.

Brasília não tem mar. Fato. Como fizemos o Check Out então? No Lago Paranoá!!! Haja emoção. Diferentemente do Caribe, onde a visibilidade pode chegar a 40 metros, no lago a gente mal enxerga a própria mão, com o braço esticado. E foi assim, literalmente no escuro, que passamos nas provas para mergulhador. Existia, no entanto, uma outra opção. Poderíamos fazer todo o curso em casa e fazer os Check Outs no mar, mas não queríamos perder tempo de viagem com isso, então o jeito foi encarar o "lagão" mesmo.




Essa foi a primeira parte do planejamento, mas ainda precisávamos escolher a operadora de mergulho de Cancun, que nos acompanharia durante os nossos passeios debaixo d´água. A pesquisa básica foi feita no Tripadvisor. Entrei em contato por email com a empresa escolhida e deixei todos os detalhes combinados com antecedência. Vou colar alguns trechos de respostas que recebi, que ajudam a esclarecer dúvidas de quem tem interesse de mergulhar por lá. O contato foi feito em inglês, pois meu espanhol é praticamente inexistente. Apenas lembre-se de que os valores mencionados são referentes a 3 anos atrás e, provavelmente, já devem ser maiores do que naquela época.

Se você está lendo e não tem interesse no assunto, pule toda a parte grifada em amarelo. 



Hello.
I´m From Brazil and I´m planning a trip to May/2013 to Cancun/Playa del Carmen/Cozumel.
Me and my husband have never dived and are intendind to do so for the first time in Cancun. I´m very interested in the underwater museum and reef diving. We´re going to take the basic course here in Brazil, in order not to waste any vacation time on training.
I´d like to know more about your services and their costs.  Do you do the underwater museum dive? What else would be a good dive for first timers like ourselves in Cancun/Isla Mujeres? Does it include all the equipment?
Do you do dives in Cozumel as well? If not, do you recommend anyone there?
Can we do all the reservations ahead? Do you take VISA travel money and Visa Credit Cards for payment?
I´m sorry for asking so many questions, we´re trying to plan everything ahead in order to make the most of our time there.
Thank You.


Fernanda Cunha


Hi,

Thanks for contacting us, let me introduce myself, my name is Octavio Perez and I am a PADI scuba instructor working with Nautilus Diving.

We have daily dive trips to the underwater museum, the boat goes out at 1:15 pm and comes back around 4:45 pm. we go out to the National Park of Isal Mujeres and make two dives, the first dive is at the museum and the second dive is a reef dive, both dives are 8 to 9 meters deep, we dive for 45 minutes on each dive. The cost is $ 75 usd + $ 2 usd reef tax per person, includes all equipment and wet suit if requested. Please add 5 % if paying with credit card.

If you are planning to be in Cancun for a few days, I suggest to go as a second day to the reefs outside of the Bay, these reefs are about 14 meters deep with a lot of sealife. Thisdive trip goes out at 9 am and comes back around 12:45 pm. The cost is $ 75 usd. Includes all equipment and wet suit.

We do take dive trips to Cozumel but since you are going to be there, we can recommend one of the operators that we work with, his name is Sergio Sandoval and I highly recommend him, his email is suarezaquatic@gmail.com

In order to make a reservation, we ask for a deposit of $ 20 usd per person through pay pal (fully refundable if you need to cancel)

We take a maximum of four divers per instructor to maximize safety and enjoyment.

Please let me know if you have any questions thanks for contacting us and I hope to hear from you.


Octavio,
First of all, thank you very much for your attention. We will do the dives, but are still deciding which days we´re doing what and where. 
I still have a few question, if you don´t mind:
For this dive trips, do you come and get us in our hotel or do we meet at some point?
I´ve heard that it´s not recommended to take flights for at least three days after a dive, is that true?
In Cozumel, how deep do we have to dive to make it really worthy? Can we see a lot from 10 to 15 meters deep? The reason I´m asking is I´m still not very confortable with the idea of descending deeper than 15 meters, but maybe it´s because I haven´t taken the training and we hear stuff about the nitrogen concentration in your body and the hazard it can cause. Still about Cozumel, we plan on staying on Playa del Carmen and taking the ferry there for the day, maybe it´s better for us to go with you, as we would have already done some trips with your crew...how much would it cost for you take us from Playa, go to Cozumel for the divings/spend the day and get us back to Playa? If possible, of course...
Do you thing one day diving there would be enough?
Thank you very much,
Fernanda Cunha

Hi Fernanda,

My name is Sherri and I'm one of the instructors working with Octavio. I would be happy to answer any questions you have. Here are the answers to your questions:

1. For this dive trips, do you come and get us in our hotel or do we meet at some point?

For Cancun diving, we offer a complimentary one-way/one-time pick up from your hotel in the Cancun hotel zone to the dive shop so you will know where we are located. Taxis are about $10-12 USD back to the hotel zone, and the bus system is about $1 and is very convenient. Where are you staying? I can then let you know if the complimentary pick up qualifies. For Cozumel trips, we include round trip transportation.

2.  I?ve heard that it?s not recommended to take flights for at least three days after a dive, is that true?

PADI standards recommend 12 hours of no-flying after diving for a single dive; and 18 hours of no-flying after multi-day dives. Most dive computers indicate 24 hours. We believe that 18 hours of no-flying after diving is sufficient for recreational diving.

3. In Cozumel, how deep do we have to dive to make it really worthy? Can we see a lot from 10 to 15 meters deep? The reason I?m asking is I?m still not very confortable with the idea of descending deeper than 15 meters, but maybe it?s because I haven?t taken the training and we hear stuff about the nitrogen concentration in your body and the hazard it can cause. Still about Cozumel, we plan on staying on Playa del Carmen and taking the ferry there for the day, maybe it?s better for us to go with you, as we would have already done some trips with your crew...how much would it cost for you take us from Playa, go to Cozumel for the divings/spend the day and get us back to Playa? If possible, of course...

Cozumel diving is wonderful, and you don't need to go more than 17 meters really to see everything you want to see. We make what are called 'multi-level' dives; meaning, you jump in the water around 13 meters, and then we gradually go to the wall where the diving is best, and you see huge coral formations. It's very worth the trip to Cozumel! Just incrediblediving there. We end up finishing the dive in about 12 meters of water. You really don't even realize the depth. There is no point going to 30 meters (for example) as you don't really see anything different than what you will see at 17 meters, and you only end up using your air faster.

What does 'basic' training mean in Brazil? Are you taking the Open Water course, but just not finishing the Open Water Dives? Or are you doing the Discover Scuba Diving course, which is not a certification?

Yes, we would be happy to take you both diving in Cozumel, and the fee would be $195 USD per person + $3 wetsuit rental. That means our guide would meet you in Playa del Carmen by the ferry ticket booth, and he would escort you by ferry to the island and take you to the dive boat, and guide your dives. This is a US cash or pesos only trip. The fees include your round trip ferry, taxi from the ferry to the marina to the dive boat, dives, equipment rental, guide, and a light lunch on the dive boat.

I think 1 day diving in Cancun and 1 day diving in Cozumel is a great start; and you might decide to do more diving depending on the weather and how much you enjoy the dives.

Please let us know if you have any other questions or if you would like to make a reservation.

Kind regards,

Sherri (and Octavio)
Sherri,
Sorry for taking so long to get back to you. I´ve taken the scuba course from NAUI.  I Still have to CHECK OUT to get the certification. Can I do it with you or to dive there I have to have the certification? The thing is, here in Brasilia we don´t have ocean, so we would have to dive in a lake. As it has been raining quite a lot, we are not sure the lake is very nice for diving, as we probably won´t be able to see more than a meter under water, which I think is not very confortable. That´s why I was wondering if I can take those final divings with you, is it possible?
Thanks for your time.

Sherri Cox nautilusdivingcancun@hotmail.com


Hi Fernanda,

Yes, that's no problem to do the check out dives (the 4 ocean dives) with us. You would finish your coursework, exams, and pool (confined) water through NAUI in Brazil. Then, you take your 4 ocean dives with us. We would complete the paperwork signing off that you finished the Open Water dives with us, and you would need to take that paperwork back to NAUI and have it submitted for your certification card. In other words, we cannot send the paperwork into NAUI on your behalf as we are PADI instructors. We can certify your skills and sign off on those (and we do that all the time for situations like this), but you / your instructor from NAUI needs to submit the paperwork to obtain your card. You can finish the 4dives over 2 half-day trips. Day 1 is an afternoon trip to the more shallow reefs, and Day 2 is a morning trip to slightly deeper reefs.

Are there 2 divers? Please let me know and I can check availability and set something up for you.

Take care,

Sherri.


Sherri Cox nautilusdivingcancun@hotmail.com




Hi Fernanda,


We would be happy to confirm the following:

Thursday May 2 - 2 certified divers to the underwater sculpture museum and reef dive (2 tank dive) for the afternoon trip. These reefs are nice and shallow - about 10 meters. The complimentary one-way/one-time pick up will be at 12:30pm outside of your lobby of the Fiesta Americana Coral Beach. We will need your room number once you arrive and get settled to come through security. You can email us or call Octavio on his cell at 884 0791.
Monday May 6 - 2 certified divers to Cozumel to dive the wall and reefs (2 tank dive). This is a full day trip. We will need to catch the 8am ferry from Playa del Carmen. Probably the best thing to do is to meet at the ferry terminal - which is right in the heart of Playa del Carmen. You can ask anyone where to catch the ferry to Cozumel and they can tell you. Our divemaster can meet you right at the ticket booth at 7:30/7:35am. He will take you from the ferry terminal in Playa del Carmen over to Cozumel and then guide your dives in Cozumel. You will catch the ferry back (usually we take the 4pm ferry back but it depends on the day). Then, depending on where you are staying, you can take a taxi back to your hotel (unless you are close to the ferry terminal in the main area of Playa). This is a US cash or pesos only trip. It would be good to know where you are staying in case we need to reach each other.
The total will cost $298 USD per person including: 4 dives (2 each day), guide, the complimentary one-way pick up for your Cancun dives, equipment rental, round trip ferry fees for the Cozumel trip, and a light lunch on the boat for the Cozumel trip.
I will send you a paypal request for the deposit of $40 per person to hold space ($20 per trip per person). The balance can be paid by US cash or pesos.
Now, if you aren't able to get certified, it's no problem to take you diving to both of these places, however, you would need to spend a few extra minutes with the instructor as he will want to see the paperwork signed by your instuctor back in Brazil for the confined water and theory. Just let us know and we can work that out for you. It's only another $5 to go over this with the instructor for the Cancun dives.  For the Cozumel trip, it would cost the same as I mention above. Therefore, you're looking at $303 USD per person if you are not certified, but you have done the pool work and theory and don't need additional formal training. We would need to keep within the limits for the Cozumel dive. That means you can see the wall, but we can't take you very deep if you are not certified. It's best if you are certified to really enjoy what Cozumel has to offer.  
I hope that helps and please let me know if you have any questions.
Thanks for choosing Nautilus Diving and our team of instructors looks forward to welcoming you to Cancun and Cozumel and taking you diving!
Sherri (and Octavio and crew!)
Sherri,
This is great, thank you! I'll pay it as soon as possible. I have one last question: is it possible to have an instrutor that speaks english? Our
Spanish is really awfull! :///
Thank you so much, you have been incredibly helpfull!
Hi Fernanda,

Definitely! All of our instructors speak english very well.

Thanks,

Sherri
Sherri,
I'm sorry to bother you again, but we don't have a camera that can GO deeper than 5 m, do you have a service of underwater pics?
Thanks again
Fernanda

Sherri Cox nautilusdivingcancun@hotmail.com




Hi Fernanda,
 
Please ask as many questions as you like! 
 
The museum is about 10 meters and Cozumel might be more like 18 meters. We can certainly arrange our photographer to join and possibly guide your dives for you. He charges $55 USD for a CD of pictures (they are great pictures and he takes a lot of pictures!). If you want him to come both to Cozumel and the underwater museum in Cancun, he would charge you $100 USD for the CD of both trips (US cash or pesos). You would pay him directly.
 
Please let me know if you would like me to arrange that for you.
 
Thanks very much,
 
Sherri







Contratamos as fotos mencionadas no último email e valeu a pena, pois renderam algumas imagens inesquecíveis. 


Dicas de Cancun -Museu subaquático de Cancun



Dicas de Cancun - Mergulho Isla Mujeres

8. Vale a pena All Inclusive em Cancun?



Na nossa humilde opinião, não. Vou explicar... A gastronomia não é o forte da zona hoteleira, ao contrário de Playa del Carmen. Digo isso porque os restaurantes que existem ali estão localizados principalmente em shoppings, como o La Isla ou o Kukulcan Plaza, ou ainda ao longo da via que corta a área dos hotéis e fazem parte de grandes redes de restaurantes, como Outback, Señor Frogs, Hooters, Macdonald´s, ou seja, alguma coisa que você poderia comer em qualquer lugar do mundo. Entretanto, apesar desse aspecto ser um ponto fraco, o tipo de turismo de Cancun é caracterizado por muitos passeios de dia inteiro, o que leva o hóspede a passar muito tempo fora do hotel. É aí que o All Inclusive cai por terra. Você definitivamente se sentirá pagando por tudo 2x.



9. Vale a pena alugar carro em Cancun?


Esse ponto é um tanto polêmico. Nós alugamos um carro no aeroporto e, como o nosso voo atrasou muito, chegamos tarde da noite. O guichê do aeroporto já estava fechado e, depois de muito perguntar aqui e ali, liguei no número de contato da locadora e me disseram para ligar no local de armazenamento dos carros, no próprio aeroporto. Ligamos e uma pessoa veio nos buscar e nos levou até esse estacionamento, onde depois descobrimos que era o local de devolução. 

Depois de muita demora e de uma cobrança de cauções de que não tínhamos nem ouvido falar antes, saímos com o carro de lá. Dirigimos até o hotel e passamos todo o nosso período com esse carro, numa boa. Acontece que, como mencionado anteriormente, Cancun é um lugar feito de passeios. O carro ficou parado todo o período que estivemos lá e só foi realmente útil na segunda parte da viagem, quando fomos pra Playa del Carmen, Akumal, Tulum.

 Além disso, com a gente, graças a Deus, não aconteceu nada, mas, depois que voltamos, pipocaram na internet relatos de pessoas que tiveram problemas com a polícia mexicana. É um tipo de golpe em que a polícia te pára na via e pede a sua documentação, que, como viajante, é o passaporte. Daí pra frente começa uma verdadeira novela mexicana (desculpe o trocadilho): a polícia se recusa a devolver seu passaporte, de grátis... Chato, né?

 Então a resposta é, em Cancún, não vale a pena alugar carro não. O sistema de transporte público é excelente e não tem muito erro pra se deslocar na zona hoteleira; é praticamente uma linha reta, basta saber de que lado você tem que pegar o ônibus e está tudo certo. É barato, em torno de 1 dólar a passagem. O que gastamos com carro teria pago várias corridas de táxi e muitas idas e vindas de ônibus. Além do mais, os táxis são tabelados, e o mais caro que você provavelmente vai pagar é o trajeto aeroporto-hotel, que deve custar em torno de 50 dólares por trecho e levar em torno de 40 minutos, dependendo de onde você está hospedado.

Dica: Em tempos de cotação de dólar a 4 reais, qualquer economia está valendo, certo? Apesar das passagens de ônibus custarem 1 dólar, a cotação do dólar para pesos vale em torno de 15 pesos e a passagem custa 10 pesos, então a dica é pagar em pesos e economizar 5 pesos por passagem.


10. Passeios a partir de Cancun

Além de pelo menos um dia de preguiça no resort em que você estiver hospedado, há muito o que se fazer em Cancun. 

10.1  Isla Mujeres


Bem pertinho da badalada e fabricada Cancun existe uma pequena ilha deslumbrante chamada "Isla Mujeres". O acesso é feito por ferry-boat, em um trajeto que não leva mais de 30min, e custa 17 dólares ida e volta (round trip). Você pode escolher entre ir na cabine (no conforto do ar condicionado) ou ir tostando a cuca na plataforma superior, a vista compensa.

Saídas acontecem de 3 pontos da Zona Hoteleira (Embarcadero Pier Km 4, Playa Tortugas Km 7, e Playa Caracol Km 9.5.). O divertido é alugar um carrinho de golfe e ir de uma ponta até a outra da ilha a uns 45 km/h. 


Como chegar a Isla Mujeres
Ferry do trajeto Cancun - Isla Mujeres


No extremo norte, a "Playa Norte" é de tirar o fôlego e, no sul, a atração é o parque natural "Garrafon", que conta com Tirolesas, Nado com golfinhos e Snorkel no mar, legítimo azul turquesa. É um dia bastante corrido pra quem quer conhecer tudo, então vá cedo. 


É imporante destacar que o parque Garrafon cobra ingresso e que no preço já está incluído o almoço, então se programe para estar lá na hora que bater a fome, se quiser economizar. O ingresso mais barato custa 89 dólares por adulto. Se tiver interesse em mergulho com golfinhos, já se programe para comprar o ingresso que inclui essa atividade, para não ter de pagar à parte depois.

Tirolesa em Isla Mujeres
Parque GARRAFON



Snorkel em Isla Mujeres
Parque GARRAFON

Como se locomover em Isla Mujeres
Carrinhos de Golfe em Isla Mujeres
Playa Norte Isla Mujeres
Playa Norte

Melhores Praias do mundo
Playa Norte
                    

10.2  Chichén Itzá


Passeios a partir de Cancun


Existem duas formas de se visitar esse sítio arqueológico da cultura Maya: Excursões contratadas ou dirigindo até o local por conta própria. Primeiro você precisa saber que não é perto, são 200 km partindo de Cancun, em um trajeto que leva em torno de 2h de carro e um pouco mais de ônibus. A distância de Playa del Carmen é um pouco menor, em torno de 20 km, ou seja, é possível fazer o passeio partindo de ambas as cidades. 

Dicas de Cancun -Rodovias de Cancun

Nós utilizamos a opção da excursão, partindo de Cancun. O passeio foi contratado diretamente no hotel, dois dias antes. O custo da excursão varia de 80 a 130 dólares por pessoa, dependendo do tipo de pacote contratado, alguns incluem bebida livre durante todo o dia e são mais caros. Estão inclusos neste valor o almoço e os ingressos de todas as atrações , mas não se engane em pensar que, ao final do dia, os guias não lhe pedirão propina, que significa gorjeta, que se parece mais com o significado da palavra em português.

 O ponto de partida do ônibus foi o parque aquático Wet'n Wild Cancun, mas uma van nos pegou no Hotel e nos levou até lá, no horário combinado. O ônibus é executivo, com ar condicionado e poltronas confortáveis.

Primeira Parada - Valladolid


Paradas passeio Chichén Itzá

 A primeira parada foi na cidade histórica de Valladolid, na praça da Igreja. Sinceramente, é uma perda de tempo. A real intenção dessa parada é levar os turistas a uma loja de souvenir na praça, com um suposto artesanato suspeito e caro. Não gostamos e não recomendamos. Se a parada se resumisse à Igreja e fosse rápida, talvez nossa opinião fosse outra. 

Segunda Parada - Cenote Ik - Kil


Paradas Passeio Chichén Itzá
Interior do Cenote Il-Kil

A segunda parada foi no Cenote Ik-Kil, que fica a 5 minutos do sítio arqueológico. Cenotes são conexões entre a superfície e bolsões de água subterrâneos. A entrada custa 70 pesos por pessoa.

Essa visita foi interessante, a água do Cenote é azul e transparente, mas também gelada. Pra chegar até a água você terá de descer muitos degraus.

O local disponibiliza coletes Salva-Vidas  (O cenote é muito fundo) e aluguel de armários para guardar os seus pertences. Não há estrutura de vestiários lá dentro, então cada um se equilibra como pode pra se vestir em frente ao seu locker

Lembrança importante: esteja usando trajes de banho, caso contrário perderá muito tempo indo até um banheiro distante pra trocar de roupa, onde também lhe pedirão gorjeta. 

Ao lado do Cenote existe o restaurante do almoço e uma pequena fábrica de tequila, com direito a loja de souvenir. O esquema é tipo bandejão e a comida não é lá essas coisas...


Terceira Parada - Sítio arqueológico


Dicas de Cancun -Chichén Itzá


Como se pode perceber, o principal do passeio ficou por último. Esse, pra mim, é o ponto mais negativo da excursão contratada. Chegamos ao sítio arqueológico em torno de 15h e, além de estar muito quente, estava muito cheio. Quase impossível tirar aquela foto da Pirâmide de Kukulcán sem intrusos na paisagem.

O sítio está muito bem conservado e é tudo bem organizado.

 Acho muito válido contratar o guia para a visita. Isso pode ser feito no local mesmo, não há necessidade de contratar com antecedência. O custo é de 650 pesos no idioma espanhol e 750 pesos, se for em Inglês ou Português. Mas por que contratar o guia?

- Primeiro, o sítio é muito grande e com muitas construções: se você for sozinho, não saberá bem o que priorizar e pode acabar caminhando meio perdido e perder alguma coisa importante. Para evitar isso, pegue o mapa distribuído gratuitamente no centro de visitantes, na entrada. 

- Segundo, a história da civilização maia é muito interessante, então as informações que o guia tem para passar enriquecem muito a visita, de modo que você passa a compreender muito melhor o que está vendo.


Como não vivi a experiência de ir dirigindo, copio aqui as impressões do Diego M, autor do blog Meus Roteiros de Viagem:


"A viagem de carro é bem longa, dura cerca de duas horas e meia, e há duas estradas possíveis, a Carretera 180 ou a Carretera 180D, duas rodovias paralelas que percorrem praticamente o mesmo caminho, mas que possuem algumas diferenças. A 180 é a estrada mais antiga, uma via de mão dupla, sem pedágios, que passa por algumas pequenas cidades ao longo do caminho. Já a 180D é uma estrada mais nova, uma via expressa com duas faixas em cada sentido e alguns pedágios ao longo do caminho.
Dirigir na rodovia 180D entre Cancun e Chichén Itzá é uma verdadeira aventura. O fato de ter alguns pedágios acaba deixando-a mais deserta. Além disso, a estrada é quase uma reta gigante e plana, praticamente não há curvas ou desníveis, o que acaba sendo meio entediante. É fundamental sair de Cancun com o tanque cheio, pois há um trecho com quase 100 km sem absolutamente nenhum posto de combustível ou qualquer outro tipo de estabelecimento. O primeiro pedágio custou 262 pesos mexicanos (aprox. R$55,00) e o segundo 24 pesos (R$5,00). Retornei por esta mesma estrada e tive que pagar os pedágios novamente na volta. Para quem está em Playa del Carmen, a distância e o tempo de viagem para chegar a Chichén Itzá é praticamente igual a Cancun. Até pouco tempo atrás era muito complicado ir de Playa ao sítio arqueológico, mas no final de 2014 foi inaugurada uma nova rodovia, a Carretera Playa del Carmen – Tikal, que encurtou muito a distância, ligando o município diretamente às estradas 108 e 108D. O acesso a esta nova rodovia se dá pela Calle 72 Norte e no trecho inicial ela tem o nome de Av. Luis Donaldo Colosio."

10.3 Museu subaquático 


Foi-se o tempo em que, para ver esculturas, você deveria agendar uma visita a um museu tradicional. O artista Jason deCaires Taylor nos convida a subverter essa lógica e literalmente mergulhar em seu trabalho. O pontapé inicial foi dado em 2006, com a criação do primeiro parque subaquático de esculturas, situado nas águas de Granada, que hoje ocupa a lista das 25 Maravilhas do Mundo da National Geographic. Em 2009, foi criado o complexo MUSA (Museo Subacuático de Arte) entre Cancun e Isla Mujeres, no México.


Dicas de Cancun - MUSA - Museo Subacuático de Arte



           
         Valeu cada centavo do investimento: a primeira vista do conjunto de mais de 400 estátuas é encantadora - um exército sem armas, formado por figuras "comuns" (grávida, freira, crianças, gari, buda, etc) com feições realistas, que aos poucos vão sendo tomadas por formações de corais - e foi capaz de arrancar lágrimas de emoção. 



        As pessoas esculpidas estão nas mais variadas posições e dão a sensação de estarem ali há muito tempo, aguardando serem encontradas. O conjunto se modifica constantemente e a tendência (e a intenção) é que, com o passar dos anos, seja completamente coberto pelos corais.

        A forma de interação com as esculturas foge do que estamos acostumados, já que se pode nadar sobre elas, flutuar ao seu lado, observar os cardumes de peixes que fazem o mesmo. E o melhor de tudo: em um silêncio profundo, em que só se escuta a própria respiração, um exercício de relaxamento que deixa qualquer ioga no chinelo.


      A visibilidade do mar do Caribe é incrível e, devido à baixa profundidade, a iluminação também. Nada de claustrofobia, dá pra ver a superfície só de olhar pra cima. O tempo do passeio depende do seu consumo de oxigênio, em geral, um cilindro costuma durar em torno de 45 minutos. Ficamos muito satisfeitos com a operadora de mergulho Nautilus Diving, que contratamos para o passeio, e estamos à disposição para oferecer os contatos. .Para mais informações sobre a obra Silent Evolution e outras do artista, consulte Evolução Silenciosa. Segue também uma entrevista com Jason deCaires Taylor.

         As esculturas deste museu estão distribuídas entre profundidades de 04 e 9 metros, o que favorece a interação de mergulhadores com menos experiência, já que o curso básico de mergulho já é o suficiente para que a pessoa esteja apta a descer a até 18 metros e, portanto, se sinta confortável para o passeio. Podemos dizer que foi o nosso caso: apesar de sentir uma atração pelo mergulho autônomo, nunca havíamos nos mobilizado para tal atividade, até que um dia, ao assistir a um documentário sobre o conjunto de esculturas denominado "A Evolução Silenciosa - Silent Evolution", localizado no MUSA e, tendo as passagens compradas para Cancun, conhecer o museu subaquático tornou-se um desejo inadiável e, com ele, surgiu a necessidade de fazer o curso de mergulho. Aulas teóricas, aulas práticas e mergulhos de Check out no lago Paranoá/Brasília depois, estávamos aptos a realizar o sonho. Caso tenham interesse, temos uma boa indicação de escola de mergulho em Brasília.

 Esculturas no fundo do mar


10.4. Coco Bongo 


Nós fomos na filial de Playa del Carmen. Por que? Bom... Como se pode ver, os dias em Cancun podem ser realmente corridos e, cansativos! Foi justamente o que aconteceu conosco. Nós perdemos praticamente um dia da nossa viagem com um atraso de voo da Copa Airlines, então ficou tudo mais corrido que o planejado.


Sabe aquela sensação pós praia de que você está mortinho da silva e não aguenta uma balada naquele dia? Então... É claro que o nível de disposição varia muito de pessoa pra pessoa, de acordo com o interesse, mas leve esse fator em consideração ao planejar o dia de ir pra essa balada. É realmente imperdível. Nos garantiram na bilheteria do Coco Bongo de Cancun que o show era o mesmo em Playa del Carmen, então achamos mais sensato ir ao show por lá.


Se podemos deixar uma dica aqui é não ir no mesmo dia que você for ao Chichén Itzá e, caso vá mergulhar, também não vá nesse mesmo dia. O mergulho é uma atividade que exige muita energia, apesar de parecer o contrário. Os equipamentos são muito pesados, é desgastante botar e tirar aquela roupa toda, é necessário um tempo grande de deslocamento de barco até os locais de mergulho e, principalmente, o seu corpo gasta muita energia para manter a temperatura debaixo d'água. Eu posso falar com propriedade sobre isso. Quando muito cansada, eu fico enjoada. Nos programamos inicialmente para ir a Coco Bongo na noite do dia do mergulho e eu simplesmente não dei conta. Estava um caco e passando mal. Sobrou pro marido ir atrás de remédio pra enjoo e pegar o dinheiro de volta dos ingressos na bilheteria.


10.5  Esportes Aquáticos (Parasail, Jet Ski, etc)


 Estão disponíveis em vários pontos na Zona Hoteleira. Não são baratos, na época, pagamos em torno de 80 dólares para um passeio de 30 minutos de Parasail. Valeu a pena? Demais! O banquinho amarrado a uma "pipa" gigante, puxado por um barco, sobe pra caramba, a ponto dos resorts da orla ficarem bem pequenos lá embaixo! A paisagem é linda, com aquele mar azul turquesa maravilhoso lá embaixo. Escolha uma momento de tempo limpo, para que o voo seja estável e para que a cor do mar esteja o mais bonita possível. E segura firme!

voo de Parasail em Cancun

Voo de Parasail




10.6  Shoppings La Isla e Kukulcan Plaza

La Isla



Kukulcan Plaza




11. A invasão de Sargasso nas praias de Cancún e Riviera Maya

        


O ano de 2015 foi marcado por imagens como essa. A partir de julho, toneladas de alga chegaram às praias. Essa ocorrência não é exclusiva do México e tem afetado todo o Caribe. No último ano, a invasão desse tipo de alga nas praias bateu todos os recordes já registrados e causou um prejuízo sem precedentes ao turismo das regiões afetadas. Leia mais aqui...


Algas nas praias de Cancun
Fonte: http://www.discoverymundo.com/
O sargasso nas praias de Cancun
Fonte: http://www.dailymail.co.uk/


Esforços de variadas naturezas foram realizados para impedir que o sargasso chegue às praias em tamanha quantidade e parecem ter surtido efeito. Os hotéis da região limpam diariamente a praia, recolhendo as massas de alga que ainda chegam à areia.

Esse tipo de alga se reproduz no Mar de Sargasso e é levada pelas correntes por todo o Mar do Caribe, até chegar ao Golfo do México, passando pelo estreito de Yucatan, exatamente onde está Cancun. Cientistas não sabem ainda precisar as causas desse aumento exorbitante da quantidade de Sargasso.


Sargasso em praias de Cancun
Fonte:http://weatherplus.blog.palmbeachpost.com/


Aparentemente, o problema parece estar controlado, conforme relatório do site Journey Mexico, mas a recomendação é entrar em contato com o hotel de sua hospedagem para receber uma avaliação atualiza, já que a situação varia dia a dia.


12. Sugestão de Roteiro para Cancun

1° Dia 

Aproveitar a praia do resort onde você está hospedado + Coco Bongo

2° Dia 


Ida a Isla Mujeres + Playa Caracol + La Isla (Shopping)

3° Dia 


Chichén Itza

4° Dia 


Outras praias da Zona Hoteleira + Passeio na cidade de Cancun +  Kukulcan Plaza (Shopping)

5° Dia 

Aproveitar a praia do resort onde você está hospedado + Parasail





EM BREVE: Publicaremos o Roteiro da Riviera Maia, complementar a esse, com sugestão de roteiro completo de Cancun e região.





Comente com o Facebook: